segunda-feira, 7 de abril de 2008

Recordações

São tantas as recordações minhas guardadas numa das gavetas do meu coração, desde que tomei consciência da minha existência...
Ultimamente tenho a necessidade de recordar, constantemente, todos esses momentos como se se tratasse de uma fita de um filme que vivi até ao presente. Gosto de recordar cada um, e um a um, ao pormenor... Cada palavra, toque ou expressão... Cada cheiro, aroma ou sabor... Tocar nos objectos e recuar até esse instante...
Faz-me rir, faz-me chorar. Faz-me ver como fui maluca ou parva, inocente ou atrevida, idiota ou inteligente, esperta ou burra... Faz-me desejar e desejar estar lá de novo, fazer tudo de igual e aproveitar da mesma forma...
Hmm, tão bom recordar esse tempo... Sem responsabilidades, na inocência de um mundo perfeito, num ambiente tão confortável e protegido.
Agora vivo o presente, recordando esse passado e temendo o futuro. Sim, temo-o porque sei que jamais vou viver o que vivi ou como vivi, jamais vou ter o que tive... E eu sei que é mesmo assim... Mas temo-o ainda mais porque sei o que me espera, porque sei que não tenho soluções para isso.
Vivo o hoje, ganhando forças no ontem, para enfrentar o amanhã.
Vivo, porque enquanto viver nem tudo está perdido...
publicada por unknowngirl

Sem comentários: